Neste ano de 2019 a Faculdade de Educação e a Escola de Aplicação completam, respectivamente, 50 e 60 anos

A despeito do momento histórico e das circunstâncias políticas (dezembro de 1969, em pleno regime militar), a criação da Faculdade de Educação pode ser tomada como resultado de um longo processo de institucionalização de concepções educacionais e consolidação do projeto republicano de formação de professores em nível superior, assumido pela Universidade de São Paulo desde a sua gestação. A inauguração da Escola de Aplicação dez anos antes se associa às ideias de renovação pedagógica que procuraram vincular docência e pesquisa na Educação Básica.

Na sua tradição, a FEUSP ocupa um lugar importante na luta pela escola pública e na integração do ensino e pesquisa. Cumpre um papel histórico na formação de professores nos cursos de graduação (Licenciatura em Pedagogia e demais áreas) e pesquisadores e docentes para o Ensino Superior, em nível de pós-graduação; no desenvolvimento de investigações em educação; e na prestação de relevantes serviços à sociedade. Com relação à Escola de Aplicação, festeja-se tanto a formação proporcionada a crianças e jovens no Ensino Fundamental e Médio, quanto a corresponsabilidade na formação de futuros professores por meio da oferta de condições a estudantes e docentes da FEUSP e de outras unidades para realizar estágios e pesquisas educacionais.

A comissão intersetorial constituída na FEUSP é responsável pela programação das atividades comemorativas que serão divulgadas nesta página.

 

Fonte: VIDAL, D. G.; BONTEMPI Jr. B., SALVADORI, M. A. B. Tempos pretéritos e escolhas futuras: a Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo e a formação docente. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 41, p. 1419-1440, dez 2016.