Prazos

As propostas de eventos (encontros, congressos, seminários, simpósio, palestras, colóquios, workshops etc.) a serem realizados por docentes e colegiados da FEUSP deverão ter seu início na Agenda de Eventos e deverão ser cadastradas com a antecedência mínima de:

  • 02 meses para eventos que não prevejam apresentação de trabalhos e recepção de pagamento de inscrição ou transposição de recursos de qualquer fonte;
  • 03 meses para eventos que não prevejam apresentação de trabalhos, mas que recebam pagamento de inscrição ou que recebam recursos e
  • 06 meses para eventos que prevejam apresentação de trabalhos e recepção de pagamento de inscrição ou que recebam recursos.

Para garantir a legalidade e pertinência de qualquer atividade sob responsabilidade da Faculdade e da Universidade, a proposição de eventos na FEUSP obedece às normas estabelecidas. Para adequação dos diferentes formatos aos pressupostos acadêmicos e físicos para realização de eventos, foi definido pelo Conselho Técnico Administrativo da FEUSP um determinado fluxo.

Esse fluxo se inicia por meio do preenchimento da reserva de espaço físico, por parte do docente ou do presidente de comissão. Para tanto, os secretários de departamentos/comissões foram treinados para auxiliar em todas as etapas da proposição.

Após a confirmação da reserva do espaço, o docente é convidado a dar continuidade ao preenchimento dos dados necessários para avaliação imediata do conselho de seu Departamento, da Comissão de Cultura e Extensão e, exclusivamente para os eventos que prevejam a arrecadação de valores de inscrição ou outras formas de custeio, do Conselho Técnico Administrativo da FEUSP.

Compete: 1) ao Conselho de Departamento avaliar o mérito acadêmico dos eventos e a pertinência do tema, no caso de eventos propostos por docentes; 2) à Comissão de Cultura e Extensão homologar, apoiar e ratificar solicitações de possíveis custeios junto à Comitê de Fomento da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão; armazenar dados sobre os eventos para registro e memória das ações dessa natureza na FEUSP e 3) ao Conselho Técnico Acadêmico (CTA) avaliar a adequação da cobrança de taxas de inscrição, para os eventos que prevejam esse tipo de arrecadação, ao público atendido e ao custeio.

Fluxograma da proposição de eventos